Busca

Marketing Cinema e Televisão

Marketing e Varejo

Categoria

Filmes

“Desenrola” foi feito com ajuda do público

Antes de virar filme, projeto passou pela televisão e ouviu adolescentes na web

 

Foto: Divulgação

A atriz Olívia Torres em “Desenrola”: discussão da primeira vez e até gravidez na adolescência

“Desenrola”, que estreia nesta sexta-feira (14), não é um filme brasileiro qualquer. Desde sua concepção até a estreia, o longa teve ampla participação do público. Além disso, antes de virar filme, ele foi um blog, uma web-série e série de televisão (transmitida pela TV Cultura) e documentário. Boa parte dos atores principais são estreantes no cinema, mas o elenco conta ainda com famosos como Marcelo Novaes, Pedro Bial, Kayky Brito, Claudia Ohana, Letícia Spiller e Juliana Paes.

Parte do enredo, trilha sonora, assistência de direção e figuração do longa-metragem foram definidos por meio do site oficial do projeto. Produzido por Clélia Bessa e dirigido por Rosane Svartman (de “Como Ser Solteiro”, de 1998, e “Mais uma Vez Amor”, de 2005), o filme teve como proposta explorar as novas mídias digitais e montar uma história com a participação daqueles que seria os futuros espectadores. O público pôde opinar nos diálogos e enviar vídeos.

“Eles são muito espontâneos, têm vigor e energia. É contagiante. Mas tive de lidar com eles como uma professora. Tinha de pedir para fazerem silêncio, entre outras coisas”, diz a diretora Rosane Svartman, de 41 anos.

“Desenrola” conta a história de Priscila (Olivia Torres), uma adolescente de 16 anos que quer aproveitar a viagem da mãe para transar pela primeira vez. Nesse meio tempo, no colégio, o professor (interpretado por Pedro Bial) propõe um trabalho de estatística aos alunos. Priscila decide descobrir quantos virgens existem no colégio. Alguns desses depoimentos são reais e foram incorporados ao roteiro. No longa há espaço também para explorar o homossexualismo e a gravidez na adolescência.

As filmagens duraram cinco semanas e o longa custou R$ 3 milhões. A canção do filme foi composta pelo grupo feminino Agnela, em parceria com frequentadores do site. Além disso, cantoras como Érika Machado, Mallu Magalhães, Playmobille e Maria Gadú, também estão na trilha.

Assista ao trailer de “Desenrola”:

 

Fonte: ig

Personal – Curta N8

 

A idéia não é nova, porém o resultado ficou além das expectativas. Criado pela TBWA Argentina, o curta metragem abaixo foi desenvolvido para a operadora Telecom Personal e totalmente filmado com um Nokia N8. A produção é da Oruga com direção de Javier Nir e Pablo Fischerman.

O filme é um belo exemplo do que devemos esperar das novas tecnologias em celular com função de gravar vídeos em HD.

O curta tem roteiro e direção muitos bons, me lembrou um pouco a animação Noiva Cadáver, o final é de arrepiar!

Confira, vale a pena:

Fonte: Vitamina Publicitária e Youtube

Os casais campeões de bilheteria

Quando o assunto é bilheteria não há quem supere o charme ($$) desses casais. Confira abaixo quais são os atores e atrizes que com seus personagens apaixonados mais levaram o público aos cinemas nos últimos dez anos. Não espere encontrar inúmeras referências a filmes românticos. Aqui, o que domina são os longas de ação.

(Via Forbes)

US$ 6,3 bilhões – Os fãs do casal de jovens britânicos Rupert Grint e Emma Watson estão contando os dias para o lançamento do oitavo e último filme de Harry Potter, quando finalmente os dois ficarão juntos
US$ 3 bilhões – Como Aragorn e a elfa Arwen, Viggo Mortesen e Liv Tyler encenam um casal que luta para manter seu relacionamento enquanto participa de uma batalha épica contra o mal em Senhor dos Anéis
US$ 2,7 bilhões – Sim, a grande estrela da seqüência Os Piratas do Caribe é Johnny Depp, mas isso não quer dizer que Orlando Bloom e Keira Knightley não possam roubar algumas cenas com seus personagens
US$ 1,9 bilhão – Titanic é o responsável por colocar Leonardo DiCaprio e Kate Winslet na lista dos casais campeões de bilheteria. Além do longa, os dois só apareceram juntos em Foi apenas um Sonho, de 2008
US$ 1,8 bilhão –Robert Pattinson e Kristen Steward dispensam apresentações. O casal de Crepúsculo é adorado por adolescentes no mundo todo. Eles, por sinal, decidiram levar o romance para a vida real
US$ 1,5 bilhão – Transformers é um filme sobre robôs que viram carros, mas no meio de toda ação os dois primeiros filmes da série mostram também o amor entre os personagens de Shia LaBeouf e Megan Fox
US$ 1,5 bilhão – Hayden Christensen e Natalie Portman tiveram a honra de atuar na segunda parte da saga de Star Wars como os pais de alguns dos mais clássicos personagens da história do cinema: Luke e Leia
US$ 1,2 bilhão – O herói bad boy Tony Stark, de Homem de Ferro, cai como uma luva para Robert Downey Jr. Com sua fiel assistente Pepper Potts, na pele de Gwyneth Paltrow, os dois formam um casal bilionário
US$ 1 bilhão – A triologia Entrando numa Fria já arrecadou US$ 1 bilhão. Nada mal para o casal de atores Ben Stiller e Teri Polo. Mas vamos combinar que o charme mesmo fica por conta de Robert De Niro
 
Fonte: Época Negócios

Guerrilha para promover o filme Resident Evil 4

A agência 25 Bungalow, de Madrid, criou uma ação de guerrilha em uma de suas principais praças, onde foram usados vários braços  saindo por bueiros, canteiros, fontes, portas de ônibus, enfim, causando susto em algumas pessoas.  Assista o vídeo irado:

Fonte: Youtube

Warner descarta 3D em próximo “Harry Potter”

Os fãs de Harry Potter terão que esperar um pouco mais para curtir a magia do bruxo em 3D.

A Warner Bros Pictures informou nesta sexta-feira que não conseguiu produzir uma versão 3D de “Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte I” a tempo para o lançamento no mês que vem, o que significa que o filme será lançado apenas em 2D e em cinemas Imax.

“Apesar dos esforços de todos, não conseguimos converter o filme inteiramente e alcançar os padrões mais altos de qualidade”, disse o estúdio em comunicado.

O filme tem lançamento mundial previsto para 19 de novembro, e a sequência chegará aos cinemas em julho de 2011. A segunda parte de “Harry Potter e as Relíquias da Morte” segue com previsão de chegar aos cinemas em 2D e 3D.

Os filmes Harry Potter, baseados na série de sucesso da autora J.K. Rowling, já arrecadaram bilhões de dólares ao redor do mundo.

“Harry Potter e as Relíquias da Morte”, último livro da série, foi dividido em duas partes para o cinema.

(Reportagem de Paul Thomash – Reuters)

Stallone explode o Youtube para promover seu novo filme

 

No exterior há a oportunidade de criar intervenções no canal do Youtube e geralmente a brincadeira é quebrar tudo do layout.

Dessa vez não poderia ser diferente. Para promover o lançamento do novo filme de Sylvester Stallone, Expendables (”Os Mercenários” aqui no Brasil), foi criado um vídeo como se fosse uma entrevista de lançamento do filme e que em um dado momento, “inimigos” que ficavam nos vídeos relacionados do Youtube, começam a apontar miras de arma no peito de Stallone.

Esse duelo resulta em muita explosão e um canal todo quebrado, confira: www.youtube.com/expendables

 

Fonte: Comunicadores

Cineastas fazem filme colaborativo pelo YouTube

Um filme sem roteiro, com milhares de atores, diretores e produtores desconhecidos responsáveis pela gravação de horas ilimitadas de filmagem. Transformar essa combinação nada amigável em um documentário será a tarefa do cineasta Kevin MacDonald (foto), dos longas “O último rei da Escócia”, “Intrigas do estado” e do documentário vencedor do Oscar “Um dia em setembro”.

O diretor é o principal responsável por “Life in a day”, filme que será feito brevemente em parceria com os usuários do YouTube. Com produção executiva de Ridley Scott, o projeto colaborativo usará trechos de filmagens feitas por internautas do mundo todo em um único dia: 24 de julho, um sábado.

“Será um autorretrato da raça humana em um dia. Quero compartilhar humanidade, similaridades entre pessoas diferentes”, explica MacDonald, em entrevista por telefone.

O cineasta diz ter pensado na ideia assim que soube do aniversário de cinco anos do portal de vídeos do Google. Fã do site (“não é mágico poder achar nele tudo o que você deseja?”), ele encara o projeto como uma “experiência digital sem garantias seguras”.

“A indústria em que trabalho tem medo da internet, pela pirataria e tudo mais. Será interessante explorar novas mídias, ‘Life in a day’ não estará no meu controle, pois ficarei apenas na sala de edição dessa vez”, comenta o escocês de 41 anos, que adianta: o filme não será uma simples colcha de retalhos criada a partir das gravações recebidas.

“Não quero uma colagem, o documentário precisa ter uma narrativa, senão fica chato. A matéria-prima servirá para passar uma mensagem. Não quero que as pessoas pensem apenas artisticamente, mas que realizem gravações simples de suas vidas. Seria legal começar o filme com todo mundo acordando e escovando os dentes”, brinca.

Apesar de imaginar essa possível abertura, o que MacDonald realmente deseja é que cada colaboração seja diferente da outra, principalmente no visual estético.

Para ele, não existe diferença entre um material captado em alta definição, em estúdio, daquele caseiro, feito por um celular. “Não entendo porque filmagem ‘amadora’ não pode ser considerada filme. Veja o movimento dinamarquês Dogma (95). Tem todo um charme”, rebate.

Sundance e 500 câmeras pelo mundo
YouTube e cinema independente vem sendo uma combinação interessante nos últimos anos. O portal de vídeos do Google realiza um concurso em parceria com o Festival de Cinema de Sundance desde 2007 – a vencedora da primeira edição foi a brasileira Clarice Falcão, pelo curta “Laços”. É no festival americano, aliás, que se terá a estreia de “Life in a day”, em janeiro de 2011. O filme será exibido em alguns cinemas e, claro, disponibilizado no YouTube posteriormente.

Vale lembrar que o projeto colaborativo não é o primeiro experimento cinematográfico do tipo. O escritor Paulo Coelho, por exemplo, realizou em 2009 “A bruxa experimental”, longa em que 15 leitores – de 6 mil participantes – interpretavam trechos de seu livro “A bruxa de Portobello”.

O que diferencia “Life in a day” é a megaprodução. Segundo MacDonald, 500 câmeras de vídeos serão distribuídas em localidades sem inclusão digital, como certas regiões do Iraque, Afeganistão e América Latina. Cada um dos aparelhos terá um cartão de memória, que será retirado depois.

Devido a possíveis problemas de direitos autorais, as gravações não podem conter trilha sonora. As inscrições poderão ser feitas no site www.youtube.com/lifeinaday em um prazo de duas semanas, o que leva MacDonald a não saber, de fato, se as filmagens enviadas serão feitas no dia 24 deste mês.

“Vou apenas acreditar na palavra dos internautas”, ri.

 

Fonte: G1

Oficinas de formação audiovisual

 

Os pontos de cultura e interessados do pólo Curitiba e região próxima já podem se inscrever para a segunda etapa do projeto FOCU – Pontão Fomento Cultural. As oficinas que fazem parte do processo de formação desta fase são: direção de arte, documentário e trilha sonora (confira as propostas abaixo). Os temas que serão abordados pelo FOCU foram definidos pelos alunos que participaram da primeira etapa, realizada entre os dias 20 a 25 de fevereiro.

As oficinas da segunda etapa no pólo Curitiba serão realizadas de 05 a 10 de julho, no turno da noite das 18h30 às 22h30. O local será confirmado em breve. É importante ressaltar que as aulas acontecerão simultaneamente, ou seja, cada inscrito poderá fazer uma única oficina.

As vagas são limitadas e esse período de inscrição é aberto somente aos interessados no pólo Curitiba, os demais pólos devem aguardar a chamada.

Dúvidas ou outras informações entre em contato pelo e-mail focu@tvovo.org

Conheça as propostas das oficinas:

Oficina de Direção de Arte – Objetivo Geral do Curso: Fornecer aos alunos uma noção geral sobre os processos utilizados para a realização de direção de arte em cinema. Objetivos Específicos: Incentivar e desenvolver o interesse em Direção de Arte para cinema. Mostrar a importância e o processo de Direção de Arte em cinema. Oficineira: Ana Nardi. Conheça o currículo da oficineira e o conteúdo programático.

Oficina de Documentário – A Oficina de Documentário foi pensada para que os alunos possam ter uma noção básica dos principais conceitos e processos que envolvem a produção documental. Considerando os diferentes estilos e desenhos de produção que o realizador de documentários precisa ter em conta para realizar uma obra, a oficina trabalha, igualmente, as diferentes etapas do processo de produção de audiovisuais que têm o registro do real como base criativa. Os participantes da oficina terão, portanto, uma base de conhecimento sobre as especificidades do documentário que envolve desde a escritura do projeto até a edição final da obra. Oficineira: Carolina Berger. Conheça o currículo da oficineira e o conteúdo programático.

Trilha Sonora – Introduzir conhecimentos sobre a música e sua função no cinema e no audiovisual, visando desenvolver habilidades para tornar os alunos capazes de compor trilhas, bem como manipular equipamentos e programas para auxiliar na criação da trilha sonora. Oficineiro: Rodrigo Tranquilo. Conheça o currículo e o conteúdo programático.

Formulário para inscrição acesse o link direto.

 

Fonte: http://tvovo.org

Filme Baseado na história do Facebook “The Social Network”

 

Depois do poster, a Columbia Pictures revelou o primeiro teaser-trailer de “The Social Network”, o filme baseado na história do Facebook e seu criador, Mark Zuckerberg, dirigido por David Fincher de “Se7en”, “Clube da Luta”, “O Curioso Caso de Benjamin Button”, entre outros.

O vídeo não mostra nenhuma cena, mas traz diversos diálogos provocativos. O filme, que estreia em outubro, é baseado em parte no livro “The Accidental Billionaires”

 

Fonte: m&monline

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: