Vamos começar a falar um pouco sobre o comportamento do homem no processo de compra.

Sabemos que é um tema não muito comentado e também pouco explorado, por isso, partimos para um estudo e coleta de informações em livros e artigos para compartilhar com os leitores do Blog Marketing Cinema e Televisão. 

Divideremos as informações, para que se torne uma leitura agradável e instrutiva.

Pedimos a colaboração de todos que possam incrementar esssas informações com comentários, dicas e percepções.

Boa leitura!

Young woman in changing room, man in background

Homens e mulheres diferem em quase tudo, principalmente na forma de comprar. Podemos observar que homens não gostam de fazer compras, só fazem quando realmente é necessário. E quando tem que acompanhar uma mulher às compras, a paciência é uma virtude.

Como resposta a isso, todo o processo de experiência de compra como a embalagem, publicidade, merchandising, projeto de loja, costuma ser voltado para a mulher.

O homem desde criança é acompanhado por mulheres na decisão de compra, quando pequenos pelas mães, depois namoradas e esposas. As mulheres têm mais afinidade com o nosso conceito de compras:

– percorrer calmamente as lojas;

– examinar mercadorias;

– comparar produtos e valores;

– interagir com vendedores;

– fazer perguntas;

– experimentar coisas, etc.

Man Paying with Credit CardEm geral, os homes em comparação, parecem rebeldes. Os homenssempre andam mais rápido em corredores de loja, do que as mulheres. Eles gastam menos tempo olhando. É difícil fazê-los olhar algo que não tenham a intenção de comprar. Eles não gostam de perguntar onde estão as coisas, enfim, não gostam de perguntar.

Se ele entrar em uma loja e não encontrar onde fica o que quer, sem insistir muito, vai embora sem perguntar nada.

O homem entra na loja, se encaminha para o produto que deseja, vaio até o caixa para pagar. Sem ter tido nenhum prazer aparente no processo. Se o homem chegar a levar uma roupa para o provador, ele só não levará se não couber.

65% dos compradores do sexo masculino que experimentam uma roupa, compram, contra 25% das mulheres.

No layout da loja de roupas, deixe o provador masculino próximo do setor masculino de roupas. Caso não seja possível, deixe sua localização muito bem sinalizada.

85% das mulheres olham a etiqueta de preço contra 72% dos homens.

Para o homem, ignorar a etiqueta de preço é quase uma medida de virilidade. Com resultado, os homens são induzidos a um valor de compra médio, mais elevado, muito mais facilmente do que as mulheres.

Os homens aceitam mais sugestões do que as mulheres – parecem tão ansiosos por sair da loja que dizem “sim” para quase tudo.

Mas os homens estão fazendo mais compras, aprendendo a adquirir coisas que seus pais nunca tiveram que comprar. Casam-se com mulheres que trabalham tanto e tão arduamente como eles, dividindo a responsabilidade das compras.

É importante observar, que devido a esse crescimento, pensar em displays e experiência de compra para eles é fundamental. Um local muito interessante de se observar o homem nas compras, é no supermercado. Lá, é possível ver a despreocupação e indisciplina que caracterizam o homem.

Single father shopping with sonSe observar, a maioria dos homens em compras o supermercado, se acompanhado de crianças, é incapaz de dizer não quando se trata de comprar comida. Afinal, ser pai é, em parte, ser provedor. É da essência da auto-imagem de um homem.

Os varejistas costumam chamar o homem de porta-carteira: venda para a mulher, mas perto do homem.

Porque embora possa não curtir a experiência da compra, o homem sente uma nítida emoção na experiência de pagar. Ela lhe permite sentir-se no comando, ainda que não esteja.

Falamos mais sobre isso na próxima semana. Até lá!!!

Da Redação: Sandra Mendes

Acesse a segunda parte sobre o mercado masculino.